DESCUBRA QUAL O MELHOR TIPO DE INVESTIMENTO PARA SUA EMPRESA

Por: Gabriel de Oliveira Ferreira

Muitos empreendedores possuem como grande objetivo, a entrada de um investimento na empresa. Esse aporte financeiro pode impulsionar os negócios, ampliando o alcance de novos mercados, cooperando assim, para o crescimento e sucesso do empreendimento.

Contudo, há diversos tipos de investimentos empresariais no mercado. Neste artigo, de forma sintetizada, entenda as formas existentes, descobrindo qual melhor se encaixa na sua realidade de negócio.

3 “FS”: FAMILY, FRIENDS AND FOOLS

Na tradução adaptada: Família, Amigos e Interessados. É muito comum, em etapas iniciais de um empreendimento, que esta forma de investimento esteja presente. É aquela em que os investimentos são em sua maioria o capital próprio dos sócios, de amigos ou até mesmo de alguns entusiastas ligados de alguma forma aos sócios, que vêem no negócio uma grande oportunidade rentável. Com esta forma, não é possível arrecadar uma grande quantia, contudo, é muito importante para o pontapé inicial do projeto.

 

CROWDFUNDING – FINANCIAMENTO COLETIVO

Comumente encontrado em empresas e projetos que estão iniciando, esse tipo de investimento se baseia em uma plataforma online, na qual o empresário inscreve seu negócio/ideia e permite que qualquer pessoa, física ou jurídica, invistam dinheiro em troca de recompensas, que variam de acordo com o valor ofertado. É prevista uma data limite para receber investimento e, em caso da meta total não  ser arrecadada até seu término, os valores investidos retornam aos respectivos investidores.

INCUBADORA

Consiste no investimento inicial em novas ideias Essas últimas são apresentadas pelos novos empreendedores à organizações que, além de apoio financeiro, também fornecerão outras oportunidades, como: (i) capacitações, (ii) espaço de trabalho (coworking), (iii) mentorias e (iv) treinamentos. Dessa forma, o objetivo principal é  tirar as ideias do papel e executá-las, sendo assim, os apoios normalmente não possuem altos valores. Deve-se levar em conta, também, que essa oportunidade possibilita contato com inúmeros investidores, através de networking

INVESTIMENTO-ANJO

Além de investimentos financeiros, o investidor-anjo também atua geralmente como um mentor do projeto, transformando essa prática em uma das mais desejadas do mundo empresarial. Normalmente, aquele que investe, seja pessoa física ou jurídica, possui vasto conhecimento na área de negócios e além de relevante experiência no mercado. Comumente realizado em empresas que se encontram em estável operação (modelo de negócio estruturado e com clientes) visando justamente alavancar a empresa, atingindo novos patamares no segmento. 


SEED CAPITAL

Um passo além do Investimento-Anjo, com maiores aportes financeiros, na modalidade Seed Capital, o investidor busca montar fundos de investimento para captar recursos de diversas fontes, principalmente, de outros investidores. Assim, investe-se em várias empresas, diversificando seus aportes e diluindo seus riscos. Normalmente, os negócios contemplados já estão em alguma medida relevantes no mercado, faltando uma injeção monetária para alcançar um escalão maior no ramo de atividade.


VENTURE CAPITAL

Na fase seguinte de investimentos, encontra-se os fundos de Venture Capital, os quais buscam empresas que já faturam alguns milhões. Tem-se como objetivo impulsioná-las a escalar ainda mais o mercado, planejando futuramente auxiliar em uma grande operação de venda, fusão ou abertura de capital.


PRIVATE EQUITY

Nos fundos de Private Equity é que são coordenadas grandes fusões e vendas empresariais. Trabalha-se em maioria com empresas de capital aberto ou perto de abri-lo, devido aos altíssimos valores investidos.


QUAL TIPO DE INVESTIMENTO ENCAIXA NA SUA REALIDADE?

Quando um investidor se refere a uma startup “early stage”, essa provavelmente não tem um produto com receita recorrente e precisa de capital semente ou de anjos. Quando se fala “growth stage”, trata-se de uma empresa que já tem alguns milhões em receita mas precisa de capital para alavancar seu crescimento, ou seja, ela provavelmente irá procurar um venture capital.

Se você está montando uma startup agora e pensa em abordar um investidor, lembre-se de focar em angels e nos fundos que trabalham com seed money. Essa informação está sempre presente no site do investidor ou mesmo nas notícias disponíveis sobre ele.  

Saiba também sobre a IMPORTÂNCIA DOS CONTRATOS DE INVESTIMENTO, neste link: https://locusiuris.com.br/a-importancia-do-contrato-de-investimento/.


AINDA RESTA ALGUMA DÚVIDA?

Converse com a equipe especializada da Locus Iuris, que está pronta para entender suas necessidades específicas e produzir recomendações úteis ao seu negócio e a sua sociedade.

VEJA TAMBÉM

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com o nosso site. Ao navegar pelas páginas, você declara estar de acordo com a nossa Política de Privacidade.