Tudo o que você precisa saber sobre gestão de marca

gestão de marca

Dicas essenciais de como fazer a gestão de marca da sua empresa

Ser empreendedor, hoje, é ser estratégico. É saber jogar conforme as regras do jogo e, ao mesmo tempo, pensar fora da caixa, desenvolvendo ideias e se conectando com pessoas.

Você, que tirou seus planos do papel e trouxe vida ao seu negócio, está atento à gestão de marca da sua empresa? E, além disso, sabe a importância de zelar juridicamente por ela?

Nesse artigo, então, vamos te deixar consciente de todos os detalhes sobre a gestão de marca: conceitos, processos e cuidados jurídicos que você precisa ter.

O que é marca?

Primeiramente, é importante não confundir os conceitos.

Marca, segundo o INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), é um sinal distintivo cujas funções principais são identificar a origem e distinguir produtos ou serviços de outros idênticos, semelhantes ou afins de origem diversa.

Nesse sentido, o significado de marca vai muito além de seu nome ou logo. Apesar desses aspectos serem indispensáveis, o conceito de marca abrange tudo aquilo que representa o negócio. O formato da Coca-Cola, as três listras da Adidas e até mesmo o barulho do motor de uma  moto Harley Davidson são exemplos daquilo que configura uma marca.

Além disso, é importante focar e tomar pleno conhecimento do processo de construção e gestão de marca, o famoso Branding.

Mas, afinal, o que é Branding?

Branding envolve todas as ações que constituem e constroem uma marca. Tais ações têm por objetivo fortalecê-la, torná-la presente e protagonista dentro de sua área de atuação. Ao ser reconhecida por sua identidade, a marca se torna referência, e isso acontece graças a execução de um Branding bem planejado.

Antigamente, bastava um design inovador para que os clientes passassem a consumir mais, uma vez que não tinham como comparar suas experiências de maneira rápida e acessível. Tampouco consideravam que a marca era algo relevante para se confiar ou não em uma empresa.

Por outro lado, no atual mundo hiperconectado, a maioria dos consumidores e parceiros esperam que um design de marca seja consistente, ou seja, mesmo que não saibam, esperam por um Branding bem feito. Mas não apenas isso, aguardam também experiências novas e agradáveis, anseiam por conexão e representação.

Fatores do branding e da gestão de marca

Alguns fatores mostram-se essenciais para a implementação do Branding:

  • Construção da marca – quando você coloca a ideia inicial no papel.
  • Identidade visual – cores, logo, tipografia… elementos que identificam sua empresa.
  • Posicionamento – quais serão os propósitos e valores da marca, como você irá se comunicar com o público-alvo.

O sucesso de uma marca, na maioria das vezes, vem como resultado de um branding de sucesso. A marca deve ter uma identidade forte, coerente e estrategicamente alinhada, que atua em conjunto com o público por meio de suas ações, através de uma comunicação assertiva, auxiliando a potencializar e gerenciar como o público enxerga as decisões que estão sendo tomadas.

Vale ressaltar que, segundo a pesquisa realizada pela Lucidpress “State of brand consistency”, para aproximadamente 24,5% dos entrevistados, um branding inconsistente pode criar grande confusão no mercado e para mais de 18% pode causar danos à reputação e credibilidade da marca.

Não se engane, branding não se conquista, se constrói constantemente. Ou seja, dentro da gestão da sua marca, esse é um esforço que deve ser permanente e cujos efeitos aparecem no médio e longo prazo.

Como fazer uma boa gestão da minha marca?

Além do branding, passo primordial para construção e gerenciamento da sua marca, outros aspectos precisam ser destacados para que ocorra uma boa gestão do seu negócio.

Diversos empreendedores focam suas estratégias em desenvolver uma identidade visual, preocupam-se em estar engajados e se fazerem presentes, além de se conectarem com seu público. Porém, acabam deixando de lado alguns aspectos jurídicos essenciais relacionados à gestão da marca.

Apesar de serem processos complexos e burocráticos, tais lacunas jurídicas podem trazer pesadas consequências ao empreendedor.

Imagine que você gaste seu dinheiro em tráfego, design, propagandas… e descubra que a marca que tanto investiu e se esforçou, na verdade, não pertence realmente a você. Existe uma maneira que garante que você não passe por isso, e é bom tê-la dentro da sua gestão de marca.

O que é registro de marca?

Como citamos anteriormente, várias são as peças que  representam e configuram a sua marca, pois fazem parte de como você é reconhecido.

Por isso, quando falamos de registrar sua marca, englobamos muito mais aspectos que apenas o registro de um nome e logotipo: falamos sobre tudo o que o faz ser quem você é.

Dessa forma, a elaboração de uma identidade visual tem extrema importância para o sucesso na consolidação da marca no mercado. Assim, uma vez registrada, impede qualquer terceiro de se utilizar do seu esforço nessa consolidação e de apropriar-se do sucesso que o seu produto já tenha no mercado, garantindo direito exclusivo sobre o uso da marca.

Quais são as etapas do registro de marca?

O registro de uma marca é feito no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), um órgão do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A partir do contato com o instituto, são solicitados os documentos para a análise do conteúdo, por isso é um processo que demanda acompanhamento.

1. Pesquisa de viabilidade

De modo geral, essa é a etapa que dá início ao processo de Registro de Marca! É analisado, pelo INPI, se alguém já registrou uma marca igual ou muito parecida com a sua, na sua classe de escolha. Se estiver tudo certo, podemos fazer o seu cadastro, emitir a taxa referente ao depósito de marca e realizar seu pagamento!

2. Protocolização do pedido e publicação

Depois do pagamento da taxa devemos cadastrar as informações da marca e escolher os itens específicos da classe pretendida. Então, é só esperar os procedimentos internos no INPI para verificar se não há erros!

Se estiver tudo certo, sua marca ficará publicada por 8 semanas, para que as pessoas, caso se sintam copiadas, possam se opor ao seu registro. Há um intervalo de 2 a 3 semanas entre a protocolização do pedido e a publicação.

3. Acompanhamento do processo

Essa é a parte mais complexa e demorada do processo, e dura alguns meses ou até mais de um ano. Nesse momento,antes da decisão final, o INPI pode solicitar mais informações ou documentos, seu pedido pode ser levado a público para oposição e, em caso de indeferimento, ele poderá ser contestado, sempre dando preferência por um profissional.

Portanto, a gestão de marca é uma área de extrema importância dentro da administração de uma empresa, pois tem como objetivo impulsionar a marca, além de melhorar a eficiência do departamento jurídico da empresa, promovendo uma percepção positiva dentro do setor e aliviando as burocracias.

Por isso, é fundamental que você, empreendedor, procure sanar as lacunas jurídicas dentro do seu negócio, principalmente as dores relacionadas à sua marca.

Invista em branding e consolide sua empresa, mas não se esqueça de zelar juridicamente por sua marca.

Os departamentos jurídicos das empresas, responsáveis por este processo, necessitam investir em práticas assertivas e em meios seguros e com visão gerencial completa. E se a sua empresa não conta com um departamento jurídico, você pode procurar por serviços de consultoria jurídica continuada, por exemplo.

Já deu para perceber que a gestão de marca, principalmente no que remete ao registro de marca, envolve muitos detalhes e tomadas de decisões importantes. É por isso que talvez seja difícil fazê-lo sozinho.

Então, recomenda-se conversar com uma consultoria jurídica personalizada, para entender quais são as suas necessidades específicas e proteger juridicamente seu negócio.

 

Escrito por Vitor Luiz Rehbein Felisbino 

 

AINDA TEM DÚVIDAS?

Acesse um ebook gratuito sobre registro de marca e saiba como proteger a sua marca e o seu negócio!

VEJA TAMBÉM

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência com o nosso site. Ao navegar pelas páginas, você declara estar de acordo com a nossa Política de Privacidade.